segunda-feira, 10 de julho de 2017

Viver em condomínio é um desafio. Veja as dicas pra ter tranquilidade

Viver é uma benção. Conviver com outras pessoas da família e amigos, é uma arte. E viver em condomínio? Um desafio. Mas dá pra acertar mais e ter maior tranquilidade, sim. Bom senso e seguir as regras do espaço são as grandes dicas.


Dicas para manter a boa convivência
Dentro de casa
- Respeite os horários de silêncio estabelecidos pelo condomínio. Música alta, furadeira, máquina de lavar e ensaios com a banda só entre 10h e 22h
- Evite andar de salto alto dentro de casa, a não ser que ela seja toda acarpetada. Só assim o som será abafado no andar de baixo
- Quando o animal de estimação do vizinho estiver fazendo muito barulho, primeiramente, converse com o dono. Muitas vezes, o proprietário do cão ou gato passa o dia inteiro fora de casa e nem sabe que o animalzinho está causando transtorno
- Quando fizer festa em casa, não é necessário convidar os vizinhos, mas é preciso respeitar o horário de silêncio a partir das 22h
- Evite falar ou brigar em volume alto. Os vizinhos não precisam saber os detalhes da vida íntima
- Caso o vizinho esteja brigando e se excedendo em casa, interfone para a portaria e peça para que o síndico ou o zelador converse com ele
- Na hora de empurrar móveis e fazer outros barulhos que podem incomodar o vizinho de baixo ou de cima, tenha bom senso: faça isso em horários razoáveis para evitar acordar o seu vizinho
Nas áreas comuns
- Circular sem camisa, em roupas de banho ou em pijamas pelo prédio é deselegante e pode causar desconforto entre os vizinhos
- O porteiro é um funcionário do condomínio e não particular. Não peça para ele abandonar o posto para fazer alguma entrega: além de errado, pode colocar em risco a segurança do prédio
- Carrinhos de supermercados são de uso comum e, por isso, devem ser devolvidos no local correto para que todos possam encontrá-lo e utilizá-lo também
- Suba com o carrinho de supermercados e com sacolas de compras pelo elevador de serviço. Assim, você evita desconforto no caso de visitantes que queiram utilizar o elevador social
- Cachorros devem sempre circular por áreas comuns, inclusive o elevador, com coleira, focinheira e no colo do dono. Caso o cão tenha porte grande, espere o elevador ficar vazio para descer com o seu pet
- No elevador, é terminantemente proibido fumar. Além disso, com a lei antifumo também fica proibido fumar em algumas áreas comuns do prédio que tenham toldos, por exemplo
- Elevador não é brinquedo: é preciso ensinar as crianças a não apertarem diversos botões, pois podem danificar o equipamento. Isso prejudica o dia a dia das pessoas e pode até causar acidentes

Nenhum comentário:

Postar um comentário